Vencendo a amnésia espiritual

Publicado: 11/06/2018 em Uncategorized

A propósito do conselho de Paulo a Timóteo. Se lembrando de quem jamais devemos nos esquecer.

Introdução.

paulo-e-timoteoA segunda Carta de Paulo a Timóteo foi escrita no ano 67 Dc. Foi a última carta do Apostolo dos Gentios. Com 70 anos de idade quando a escreveu, Paulo já estava no final de seu processo e se encontrava em prisão domiciliar em sua casa em Roma. Nela ele passa descrições de como foram seus julgamentos, e faz um apelo a Timóteo, para ir ter com ele o mais rápido possível, pois já pressentia seu martírio. É em 2 Timóteo que ele faz a sua mais conhecida declaração final: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.” (II Timóteo 4:6-7)

A carta é endereçada a um jovem pastor que se converterá aos 13 anos de idade. Timóteo, do  grego “Timótheos” que significa “honrado por Deus”. Aos 19 começou a andar com Paulo, após a separação entre o Apóstolo e Barnabé, conforme descrito em Atos 15:37-39, por causa de João Marcos (BUCKLAND, 1981, pg 428-429). Excetuando a carta aos Gálatas, o nome de Timóteo aparece 24 vezes nas cartas de Paulo e até mesmo na anônima Carta aos Hebreus 13:23. Paulo o consagrou Bispo da Igreja em Éfeso no ano 65 d.C.,.  Timóteo além de ser jovem, o que fazia com que muitos o desprezassem, também era tímido e doente, sofria de frequentes dores no estômago. Uma das razões da Carta de Paulo a Timóteo, carta pessoal, além de despedida, era fortalecer o jovem pastor diante das dificuldades que enfrentava, uma crise de fé, e que certamente aumentariam depois do martírio de Paulo. A sua crise fica evidente nas constantes falas de Paulo a exemplo de: “…reavive o dom de Deus que está em você pela imposição de minhas mãos…. 2 Tm 1:6; “Portanto, não se envergonhe do testemunho de nosso Senhor,…; “…fortifique-se na graça que há em Cristo Jesus…” Dentre os inúmeros conselhos do velho Paulo a seu jovem discípulo, Timóteo, eu destaco e quero detalhar o que segue:

“Lembre-se de Jesus Cristo, ressuscitado dentre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho.” 2 Timóteo 2:8

Há momentos na vida cristã que somos atingidos certo desanimo espiritual. Mesmo tendo tantas vezes experimentado o agir de Deus repentinamente parece que somos acometidos por uma “amnésia espiritual”. Em tal quadro de lutas e dificuldades, a nossa fé tende a esfriar. E Timóteo não escapou dessa realidade.  Mas, Deus usou um apostolo experiente para ajudar o jovem seguidor do Caminho.  Paulo não esconde de seu filho na fé, Timóteo, as dificuldades da vida cristã, antes, paternal e pastoralmente, relembra a ele da força de seu chamado, das profecias a seu respeito, e por fim, o desafia a refletir sobre tudo. Sabendo o que fala, pois o que transmite é fruto de experiência pessoal, Paulo aponta em quem seu discípulo deve depositar sua esperança.

“Lembre-se de Jesus Cristo,…

 A Palavra de Deus em Lamentações Capitulo 3: 21, nos diz: Quero trazer a memória o que pode me dar esperança.” (Lamentações 3:20-21). Aqui, Paulo orienta Timóteo a trazer a memória aquilo que lhe pode dar esperança e fortalecimento na Graça. O apostolo o conclama a se lembrar de tudo aquilo que ele aprendeu dele a respeito de Jesus Cristo. Diante de situações de lutas e de dificuldades devemos nos lembrar sempre de Jesus. Ele é a Luz que brilha e nos socorre em nossas noites escuras. Ele é o amigo certo nas horas incertas. Ele é Aquele que Fielmente declarou: “Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos.” (Mt 28,20).

 “…ressuscitado dentre os mortos,”

 Paulo não somente orienta Timóteo a se lembrar de Jesus Cristo, mas aponta que ele deve trazer memória que aquele a quem serve não é um dos grandes profetas do Antigo Testamento. Não é Elias que orou e fogo caiu do céu, não é Eliseu que multiplicou pães.  não é Sansão que matou milhares de filisteus. Não!! Ele, Timóteo, deve se lembrar daquele que é o Cristo, o Filho de Deus que morreu e venceu a temida por todos os povos, a morte. Nós devemos diante das dificuldades nos lembrar que Jesus está vivo. E que a Palavra, na carta aos Hebreus, em  13:8, nos rememora que, “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e eternamente!!” Ou seja, Ele é imutável em sua pessoa, poder e fidelidade, portanto, tudo aquilo que em sua Palavra nos prometeu, ele permanece Fiel e Poderoso para cumprir!! Jesus não mudou!! Aleluia!!!! Ele é Senhor!! Ele Reina e da mesma forma  que operou no passado, com graça, poder e misericórdia, continua a operar ainda hoje.

“…descendente de Davi…,” 

Ao falar a Timóteo que ele deveria se lembrar de Jesus Cristo como descendente de Davi, Paulo está chamando o a rememorar as promessas de Deus de que o Reinado de Davi nunca teria fim. Conforme Lucas 1, versículos 32 e 33, onde o Anjo Gabriel disse a Maria: “Ele será Grande, e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, e Ele reinará para sempre sobre o povo de Jacó, e seu Reino nunca terá fim”. Ou seja, Paulo está dizendo a Timóteo: NÃO TEMAS!! DEUS GOVERNA!!

 Muitas vezes, as crises, os problemas na vida, ou no ministério, podem fazer com que deixemos de focar em Jesus, o autor e consumador de nossa fé. Hebreus 12:2. As perseguições são tantas que nossa mente focada nos problemas gera em nós uma amnésia espiritual. Isso aconteceu com Martinho Lutero, o Reformador alemão, mas Deus usou de sua esposa Katharina Von Bora, para relembrá-lo de que ELE VIVE e É SENHOR!!

Em seu livro, Grandes Mulheres da Reforma, James I. Good, relata que, certa vez, Lutero estava bastante deprimido. Não se alimentava e passava os dias trancafiado em seu quarto. Estava cheio de dúvidas sobre se o que fazia era ou não da vontade de Deus. Katharina vestiu-se de preto e entrou subitamente no aposento. Lutero tomou grande susto, pensando que alguém tinha morrido. Katharina respondeu: “Ao que parece, Deus morreu!” A reação de Lutero foi imediata: levantou-se e saiu do quarto, agradecendo à esposa por fazê-lo retornar à vida.

 “…segundo o meu evangelho.”

 Paulo insta que as lembranças de Timóteo sobre Jesus Cristo ressuscitado dentre os mortos, da raiz de Davi, não devem ser com base em fábulas, em lendas, mitos, tradições, mas sim segundo o seu Evangelho. O Evangelho de Paulo aquilo que ele recebeu de Deus. Em Gálatas 1., nos versícu­los 11 e 12, Paulo fala da natureza de seu Evangelho: Faço-vos, porém, saber, irmãos, que o evangelho por mim anunciado não é segundo o homem; porque eu não o recebi, nem o aprendi de homem algum, mas mediante revelação de Jesus Cristo. 

O Evangelho anunciado por Paulo não é tão somente “o poder de Deus para a salvação de todo aquele que nele crê;…” Romanos 1:16, é também alimento que gera a força motriz de nossa esperança e perseverança na caminhada.

 Conclusão

 Timóteo colocou em prática os conselhos de Paulo.  Não sabemos se ele conseguiu ver a face do apostolo antes de seu martírio. O que sabemos, por meio de uma antiga tradição cristã, é que ele ficou à frente da Igreja em Éfeso por 15 anos, provavelmente quando recebeu tais orientações ele estava há três anos como pastor dela.

Segundo uma antiga tradição, as atas do martírio de São Timóteo, datadas do quinto ou sexto século d. C., narram que no ano de 97, sob o imperador romano Nerva, os pagãos fizeram uma grande festa em homenagem à deusa Diana, a padroeira-mor da cidade. Naquela ocasião organizou-se uma procissão, onde os pagão durante os festejos praticavam todo tipo de imundícies. Quando a procissão seguia,  o outrora jovem, tímido e enfermo, com ousadia desafiou os pagãos, com a mesma coragem e eloquência que Pedro, em Atos Atos 2:14-41. Diante das abominações e blasfêmias contra o verdadeiro Deus, o “filho” de Paulo, pôs-se no meio dos idólatras e discursou intrepidamente contra seus comportamentos licenciosos.

Tal postura firme de Timóteo provocou a ira dos pagãos, os quais se lançaram contra ele, a semelhança do que ocorrera com Estevão, o primeiro mártir cristão, sem piedade o mataram a pedradas e pauladas. Segundo a tradição, Timóteo foi sucedido por São João, o discípulo amado, o qual assumiu a direção das Igrejas da Ásia, para as quais escreveu as sete cartas descritas em Apocalipse, dentre elas, uma a Igreja em Éfeso, onde Timóteo exerceu com excelência seu ministério. Assim, como seu mentor, Paulo, certamente, Timóteo pode honrosamente declarar: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.” (II Timóteo 4:6-7)

Que assim como Timóteo, em nossas crises, sejam quais forem, possamos seguir o conselho de Paulo: ‘Lembre-se de Jesus Cristo, ressuscitado dentre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho. ‘2 Timóteo 2:8

Não deixe que as crises na vida te causem amnesia espiritual. Lembre-se de Jesus Cristo…!!

Pastor José do Carmo da Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s