“Eternos aprendizes, sim, eternas crianças na fé, não. Somos  vocacionados a crescer. “

Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A Ele seja a glória, agora e no Dia eterno! Amém. – 2 Pedro 3:18

Resiliência-EmocionalÉ comum na criação, que as coisas nasçam pequenas, todavia, é anômalo que continuem pequenas. Deus criou todas as coisas para o crescimento, se observarmos a natureza, com o olhar contemplativo e investigativo, vamos concluir que tudo o que foi criado por Deus é chamado a crescer, isso de forma natural. Ser pequeno é uma fase crucial na vida de praticamente todos os seres, contudo, o crescer faz parte da existência plena que Deus planejou para tudo o que criou.

Até os maiores rios do mundo nasceram pequenos, mas foram crescendo, se agigantando, até que se tornaram imensos e por fim se fundem a lagos ou aos lençóis freáticos. Com poucas exceções, o destino da grande maioria dos rios é se fundir com o mar ou tornar-se um com o oceano. Segundo estudiosos, o Rio Okavango é o único do planeta que foge à tal regra. Okavango, deságua no Deserto da Namíbia. “Conhecido como o rio que nunca encontra o mar, o Okavango desaparece no deserto de Kalahari em 15.000 quilômetros quadrados numa confusão de lagos, canais e ilhas a noroeste de Botsuana.”¹

Leia o resto deste post »

Não deis lugar ao diabo. (Ef 4:25-32)

imagesÉ uma prática muito comum em meio a nós cristãos o colocar e ver o diabo onde ele não está. Assim como é igualmente comum querer colocar na boca de Deus o que ele nem ao menos pensou. Isso sem falar de pessoas que se dizendo inspiradas ousam se apresentar como a própria boca de Deus, e declaram: “Eis que eu vos digo!” – Aqui não quero falar sobre pretensos profetas, mas sobre o diabo. Um dos textos no qual é muito comum colocarem ele, é o texto a seguir.

“Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas. Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram. Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens. O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas. Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas.”

João 10:7-13

Dias atrás li um artigo onde um pastor estava inconformado, alegando que cresceu ouvindo que o texto acima fala é do diabo, e que agora estão querendo mudar isso, o que para ele é algo inaceitável. Achei estranha a revolta dele, pois o fato de termos crescido ouvindo algo não torna o que nos ensinaram absolutamente verdadeiro. Jesus no texto de João, principalmente, o versículo 10:10, não fala do diabo, mas sim de falsos profetas. Não há ser espiritual decaído nessa passagem bíblica, o que há são seres humanos mentirosos, porém, o diabo também rouba, mata e destrói, muitas vezes fazendo uso de falsos profetas e seus ensinos e atos.

Leia o resto deste post »

Sobre José no Egito e a Esposa de Potifar, Davi, Bete-Seba e Urias

“José era formoso de porte e de aparência. Aconteceu, depois destas coisas, que a mulher de seu senhor pôs os olhos em José e lhe disse: ‘Deita-te comigo’.” (Gn 39.6b-7.)

maxresdefault (1)Estava lendo novamente a história de José no Egito. Além dos sonhos proféticos que tinha, e dos que decifrava, O 11º filho de Jacó e Raquel, é também lembrado por sua fuga de um mulher sedenta por prazer sexual. Ao ler o texto, fecho os olhos e mergulho nele, e visualizo a situação. Imagino José, um jovem como tantos outros de sua época e da atualidade. Um jovem como os que se assentam nos bancos de nossas igrejas, congressos, EMOMEMAGOS¹… Um jovem assim como eu e você fomos, ou somos, rsrs. José era jovem, e como todo jovem seus hormônios estavam a flor da pele. Não era a primeira vez que a esposa do patrão a ele se oferecia. Na realidade, penso eu que, José, o futuro governador do Egito, diante da insistente patroa que queria se deitar com ele, ao fugir, não fugiu somente da esposa de Potifar, ele fugiu dele próprio. Quando se é jovem e saudável, diante do pensar, ouvir e falar de sexo o corpo ferve. Isso é natural, pois Deus colocou em nós tais sensações e desejos, devemos aprender a lidar com eles, sabendo que tudo tem seu tempo. E José não só sabia que aquele não era o tempo para viver sua sexualidade de forma ativa, mas seu temor a Deus o ensinou que aquela também não era a forma certa de vivê-la, por isso ele fugiu; fugiu dela, fugiu dele.

Leia o resto deste post »

d1b7ec3c192bc4080dd5d5e02bbc3490“Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma.” – Hebreus 10:38-39

A vida é feita de travessias, de estágios, de constante movimento no sentido de que para chegar ao outro lado é preciso caminhar e enfrentar obstáculos. O mundo, é um mar de desafios que exige enfrentamento. Enfrentar é se por de frente, é trazer para frente, é encarar. “Ninguém chega do outro lado do mar sem passar pelas águas, sem enfrentar os ventos, sem ter que vencer as tempestades. Ninguém alcança nada sem ter que lutar, renunciar, chorar as vezes.”¹

Leia o resto deste post »

O que leva uma pessoa a trocar sua comunidade de fé por outra denominação?
Creio que há pessoas que mudam de igreja com base em motivos justificáveis, às vezes devido mudança para um local mais distante de onde congregavam e a falta de sua denominação nas proximidades as forçam a isso, também por causa de abuso espiritual sofrido da parte de pastores e lideranças fechadas ao diálogo, comunidades que passam por mudanças tão profundas de forma que os membros não mais conseguem reconhecer nelas a comunidade que um dia ajudaram a construir. Pode ser também por conta de heresias pregadas e adotadas sistematicamente, ou pelo fato de que se identificaram com um novo ensino teológico que é de acordo com o que procuram…. Além das supracitadas razões as justificativas mais comuns são quase sempre de que finalmente encontraram uma “igreja avivada”, “repleta do poder”, “cheia do Espírito”, e que mudaram pois a anterior era tradicional e só cantavam hinos, o pastor pregava muita teologia, não tinha unção, a oração dele não derrubava ninguém…

Pensando & Crendo no Caminho

imagem

Aos amigos e amigas, ao povo metodista e demais irmãos… quero brevemente aqui falar de algo que ocorre todos os dias em todas denominações cristãs, pessoas que trocam de igrejas. Aqui não me refiro a mudança intradenominacional, mas sim a troca de denominações. Pastor estou me transferindo para outra denominação!! Todo pastor já ouviu tal declaração, já enfrentou tal situação, quem é novo no pastorado que se prepare, pois mais cedo ou mais tarde certamente a enfrentará, com indivíduos ou grupos, e nem sempre será por responsabilidade ou irresponsabilidade nossa.

O que leva uma pessoa a trocar sua comunidade de fé por outra denominação?

Ver o post original 848 mais palavras

“Miriã e Arão começaram a criticar Moisés porque ele havia se casado com uma mulher cuxita.’ (Números 12.1).

“O temer a oposição é o que paralisa muitos líderes e aborta muitos projetos. O temor a oposições é a maior das oposições, o excessivamente temeroso é opositor e sabotador de si mesmo. Josué viu tudo o que Moisés enfrentou, mesmo sendo ele levantado por Deus não lhe faltou oposição humana. Moisés foi “ferido” em oposição por pessoas próximas, gente carne da carne dele, isso, bem como o desfecho, fica evidente em Nm 12:1 a 16, no episódio conhecido como: “A sedição de Mirian e Araão”.

Mirian e Araão não falaram contra Moisés em oração, era uma conversa entre eles mesmo, assim como muitas vezes ocorrem em nossas igrejas, em “reuniões” paralelas que grupos fazem em seus lares, em oposição a pastores e líderes. Eles, partindo de uma questão particular na vida de Moisés, o casamento com uma mulher negra, etíope/cuchita (pele negra), passaram a advogar a mesma autoridade que ele. Uma das muitas coisas que me chama a atenção no episódio é a parte de “d” do versículo 2: “O Senhor o ouviu.”

Interessante que não vemos Moisés atacando seus opositores, mesmo atacado, mesmo tendo o seu chamado ministerial exclusivo colocado em dúvida, (Versículo 2), Moisés nada diz nesse episódio. Gosto da tradução da Bíblia de Jerusalém, a qual diz que: “Iahweh os ouviu.” Deus é quem o defende e mostra quem foi de fato estabelecido por Ele. Não fora Moisés que buscou a Deus para falar-lhe contra seus opositores, tudo indica, pela referência a mansidão de Moisés no versículo 3, que se ele ouviu, ele calado ficou. Foi Deus quem buscou os opositores de Moisés para falar-lhes.

 

Certamente Josué presenciou o desfecho do episódio, razão pela qual, o Eterno fez questão de afirmar ao discípulo que agora substituía seu saudoso mestre:

Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.
Josué 1:9

“O temer a oposição é o que paralisa muitos líderes e aborta muitos projetos. O temor a oposições é a maior das oposições, o excessivamente temeroso é opositor e sabotador de si mesmo. No atender o chamado de Deus, muito mais importante do que saber quem é contra nós, é ter convicção de quem é por nós. Acertadamente, alguém um dia falou: ‘Um com Deus é maioria!’ A esse adágio Paulo endossa ao indagar e afirmar:

“Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito:Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia;Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Romanos 8:31-37

Firmados nas promessas acima não temamos e não busquemos saber o que falam ou trama contra nós, antes busquemos viver em fidelidade a Deus, e ele cuidará de nós e tratará com e dos que em oculto tramam contra nós. Que Aquele que nos chamou, ungiu, estabeleceu e é por nós, nos abençoe hoje e sempre. ”

Pastor José do Carmo da Silva

Leia o resto deste post »

 

Uma história real de pecado, graça, amor, perdão e restauração.

Texto antigo, escrito em de 2012.

posts-o-que-e-restauracaoTive um jovem casal de amigos com quem possuía grande comunhão. Em dois mil e sete meu amigo perdeu a esposa, a qual morrera de câncer. Um ano depois, contrariando a lei da igreja dele, ele casou com uma mulher não convertida. Ela era simpatizante, mas não se batizou, alegando que não se sentia preparada.

Em 2010 eu fui visitá-los e durante um bate-papo tomando tereré com o casal estranhei quando ele pediu a ela para nos deixar a sós, pois precisava falar comigo. Ela saiu com o bebê no colo e disse que ia preparar um cafezinho, depois ia a padaria comprar pães. Continuamos no tereré e depois de um tempo cabisbaixo ele falou tristemente que não mais estava indo na igreja que frequentou por mais de 15 anos e na qual fora presbítero desde antes de ficar viúvo. Perguntei o motivo e ele disse que fora traído pela atual Leia o resto deste post »

via Eternos aprendizes, sim, eternas crianças na fé, não. Somos  vocacionados a crescer